domingo, 1 de maio de 2011

Last movies I've seen


Andei uns tempos sem escrever nada por estes lados...e ultimamente só tenho escrito sobre filmes, naaaaao é? Pois bem, hoje não vai ser excepção :)

No mês passado vi filmes muito bons, apenas bons e assim assim.

Vou começar por descreve-los do melhor para o menos bom:

Matrix. Um filme que já vi mais que uma vez, e sempre que o revejo adoro. Revolucionou o cinema e é um dos meus filmes preferidos. Espectacular. Acho que não é preciso descreve-lo...É pena é que as sequelas não tenham sido tão boas, mas o primeiro... 9.5/10

Fight Club. Este é um daqueles filmes que já quase toda a gente viu, e eu era das poucas pessoas que ainda não o tinha feito. Sempre tive 'receio' de o ver, por pensar tratar-se de um filme sobre lutas. Não se deixem enganar pelo titulo; o filme é muito mais que isso. Uma obra genial, que mistura ideais humanos, loucura, alter egos e algum humor, bem escondidinho...fiquei completamente surpreendida pela positiva. 9/10

Being John Malkovich. Já sabemos quem ele é, agora o que se pergunta aqui é "que filme é este?". O argumento é bastante original, e a interpretação do John M é espectacular, mas a meu ver faltou qualquer coisa neste filme para o fazer distinguir do bom para o muito bom. Infelizmente fica-se pelo bom. No filme deparamo-nos com uma personagem, Craig, com problemas tanto a nível pessoal como a nível emocional, que descobre, numa empresa completamente estranha, um portal para a mente do actor John malkovich. A partir daí, todos querem ser John, e...têm de ver o filme para saber o que acontece depois. 7.8/10

Reservoir Dogs. Esperava tanto deste filme..e fiquei um bocadinho desiludida com ele. O filme é giro, mas vindo do Tarantino esperava algo mais...O Reservoir Dogs foi um marco na sua carreira, e toda a gente o adora, mas eu não consigo encontrar nada no filme que o faça ser tão bom como dizem que é. É um bom filme, sem dúvida, mas daí a ser o melhor do Tarantino vai um grande passo...e talvez por isso veio a minha desilusão, por esperar algo fantástico e não corresponder às minhas expectativas. Venha daí um Jackie Brown, um Kill Bill vol I...que já falamos melhor. 7.5/10

π, aka PI. Este filme seria sempre psycho, por natureza, tendo o realizador que tem. A filmagem a preto e branco, com takes claustrofóbicos à la Eraser Head, deixam-nos inexplicavelmente ligados ao filme, com vontade de descobrir o que se passará com a personagem principal, um matemático brilhante com uma doença rara de exposição ao sol, que tem a mania da perseguição e descobre um elo de ligação numa série de números dos quais anda a tentar extrair significado.
Dito assim é esquisito, mas o filme prende a nossa atenção até ao fim, sendo que o final é a parte mais decepcionante do filme, pois é demasiado inconclusivo. Cabe a nós tirarmos as nossas próprias conclusões, mas esperava que desenrolassem o final de maneira diferente. Entre as abordagens matemáticas, o filme fala sobre o número π, a sequência de fibonacci, etc. 7.3/10

2 comentários:

  1. Adivinha lá qual foi a minha parte preferida do "Fight Club"...

    ResponderEliminar
  2. Já sei qual foi porque já me disseste...

    ResponderEliminar